segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Parabéns a você: Gigi Riva, Rio Ferdinand, Ibson...

Dia 7 de novembro... Dia do radialista (parabéns a todos) e também de alguns boleiros ficarem um ano mais velhos:


Gigi Riva, uma lenda-viva do Cagliari
Fonte: AFP
Luigi ‘Gigi’ Riva: ex-atacante italiano, detém o recorde de gols marcados pela Azzurra (trinta e cinco). Faz 67 anos.

Começou a carreira no modesto Legnano, e um ano depois transferiu-se para o Cagliari, clube onde jogaria pelo resto de sua carreira (jogou no time da ilha da Sardenha de 1962 a 1976).

Lá teve bons momentos, participando dos tempos áureos do Cagliari – conquistou o Scudetto da temporada 1969/70 e foi vice um ano antes, além de ter sido o artilheiro das edições da Serie A de 1966/67, 1968/69 e da vitoriosa campanha de 1969/70. Seu sucesso e reconhecimento foi tão grande que a camisa 11 que Riva usava foi retirada – a única vez em que o Cagliari concedeu essa honra para um jogador.

Pela seleção italiana participou da conquista da Eurocopa de 1968 e das Copas de 1970 (a Itália foi vice-campeã, perdendo a final para o Brasil) e 1974.


Martín Palermo
: há quem goste, há quem não goste... Mas é indiscutível que o ex-atacante argentino foi um artilheiro nato. Hoje faz 38 anos.

Do seu início, no Estudiantes de La Plata, até o final da sua carreira, no Boca Juniors, deixou a sua marca de goleador por onde passou. Era um jogador de “extremos”: poderia perder gols incríveis durante a partida (a maioria se lembra dos três pênaltis perdidos contra a Colômbia, na Copa América de 1999) tanto quanto poderia ser decisivo, caso o seu faro de gols se manifestasse (e assim foi muitas vezes nas inúmeras conquistas do Boca Juniors das quais participou nos anos 90 e 2000).

Seu período no Boca Juniors certamente merece maior destaque: foi o maior artilheiro da história do clube (fez 236 gols em 404 partidas disputadas), e conquistou duas Libertadores da América, uma Taça Intercontinental, duas Copas Sulamericanas, duas Recopas e seis títulos nacionais. Uma trajetória notável.

Além das já citadas passagens pelo Estudiantes e Boca Juniors, jogou nos espanhóis Villarreal, no Bétis e no Alavés. Na seleção argentina fez 15 partidas, e anotou 9 gols.


Rio Ferdinand tem muito o que comemorar pelos Red Devils
Fonte: futebol2010-mundi.blogspot.com
Rio Ferdinand: zagueiro inglês que joga no Manchester United, faz 33 anos.
Jogador de força e de técnica apurada, veio de uma família de jogadores – seu primo Les foi atacante e seu irmão Anton joga como zagueiro no QPR - todos já vestiram a camisa do English Team. Começou a carreira no West Ham (clube que se destaca há anos por revelar bons jogadores) em 1996. De lá transferiu-se para o até então emergente Leeds United, em 2000, pela quantia recorde de 18 milhões de libras.

Quebrar recordes tem sido uma constante na vida de Ferdinand: dois anos depois, em 2002, transferiu-se para o Manchester United pela volumosa quantia de 30 milhões de libras. E vem tendo sucesso em seu período de Red Devils, onde já conquistou cinco Premier Leagues (na última conquista, seu time ultrapassou o Liverpool e se tornou o maior detentor de títulos do Campeonato Inglês), uma Champions League e diversos títulos locais.

Pelo English Team fez 81 partidas e marcou três gols. Sua primeira aparição foi em 1997 (na época bateu o recorde de jogar mais jovem a vestir a camisa da seleção). Foi capitão por alguns jogos em 2008 e integrou o elenco das Copas de 1998, 2002 e 2006 – não foi para a última, em 2010, devido a lesões.


David De Gea: goleiro espanhol do Manchester United, faz 21 anos.

O atual camisa 1 dos Red Devils é uma das principais promessas do futebol mundial. Revelado nas categorias de base do Atlético de Madrid, assumiu o posto de goleiro titular da equipe Colchonera na temporada 2009/2010, e foi um dos jogares de maior destaque na campanha vitoriosa do time na UEFA Europa League desse ano.

Transferiu-se para o Manchester United na temporada 2010/2011 com a espinhosa missão de substituir à altura o ídolo Edwin Van der Sar - que anunciou sua aposentadoria. E por enquanto vem se saindo bem: tem demonstrado segurança, mesmo cometendo uma falha ou outra... Mas nada que até agora o desqualifique.


Ibson Barreto da Silva, ou Ibson: meia que atua pelo Santos, faz 28 anos.

Mais um produto das categorias de base do Flamengo, estreou na equipe profissional em 2003, e foi um dos destaques da conquista do Campeonato Carioca de 2004. Após ter demonstrado qualidade, teve seu passe vendido para o Porto, de Portugal, em 2005.
No time português não conseguiu se firmar, e retornou ao Flamengo por empréstimo em 2007. Lá recuperou sua boa forma e, apesar de esforços da diretoria da Gávea para contratá-lo em definitivo, foi transferido ao Spartak Moscou, em 2009.

Depois de um ano na Rússia retornou ao Brasil, desta vez ao Santos – que tinha acabado de conquistar a Taça Libertadores da América de 2011, e com isso garantindo a vaga para o Mundial de Clubes da FIFA, que será disputado em dezembro.

Ibson é só alegria em sua apresentação no Santos
Fonte: lancenet.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...